domingo, 27 de maio de 2018

Plantar felicidade.

Não sei que vento leva as sementes da minha felicidade.
Não sei que vento leva as sementes do amor, da amizade. Só sei que o meu chão continua sôfrego de plantação...
A esperança vai resistindo como relva invasora que se recusa a ceder, mas enfraquece...
Vento, vento, o que andas tu a fazer?
A espalhar ilusão, solidão, o olhar para as coisas e não para o teu irmão...
O que me resta?
O que nos resta?
O sonho, o criar, o amar sem retorno?
O amor, o amor, todos querem ser amados, mas poucos estão dispostos a amar, sem egoísmo, com entrega, com verdade...
O amor, esse misterioso arredio que só bafeja alguns...
Todos os dias, todas as horas, espalho as sementes em terra árida, que o vento teima em levar, não me importo, já não me importo, olho com fé, se as sementes vão, alguma vai enraizar, sabe-se lá onde, que coração as acolhe, as escolhe...
Vou ser amiga do vento, e continuar a lançar as sementes, ao horizonte povoado, á moldura humana.
Sim, sim, algum coração, vários, até muitos estão á espera dessa semente que o vento carrega...
Afinal estava enganada; O vento é amigo, ajuda, basta estar disponível, sorrir, olhar os outros com olhos de espelho e deixar a semente entrar, enraizar...


BEIJÓCAS LAROCAS DA VOSSA SISSI...

sábado, 28 de abril de 2018

Quem avisa amigo é.

Olá pessoal tudo bem? Espero que sim, olhem eu andava toda contente que tinha dois dias de folga e pumba fiquei de cama a recuperar de uma gripe que me anda a perseguir, agora já me sinto melhor.
OBRIGADA a todos os novos leitores, digo-vos que sou um pouco infofóbica (É por isso e pela falta de tempo que só escrevo uma vez por mês) mas como gosto muito de escrever uso o blogue, não tenho outras redes socias e sou uma feliz ( tem dias) anonima. Sei que dou erros, não gosto, mas por enquanto não vou desistir, vou continuar a fazer o que gosto...
Hoje vou partilhar convosco algumas peripécias que me aconteceram nos hipermercados onde habitualmente faço as compras. A minha santa terra é abençoada tem 4 hipermercados na mesma avenida, e 1 um pouco mais afastado.
É ver o pessoal todos os dias avenida acima, avenida abaixo, e a saltar o muro ( 2 são separados por um pequeno muro).
-Á vizinha, olhe que os detergentes estão em rebaixa no híper nº5, olhe que o peixe é mais fresquinho no nº1,(ordem pela qual foram construídos).
É assim a nossa vida de consumidores felizes, a comparar os preços e a ir a 5 supermercados por dia.
A mim já me aconteceram umas quantas aventuras nos hipermercados; Começando pelas boas, já me saiu um carrinho de compras, uma batedeira, vários pequenos artigos e uma grande televisão das modernas tudo no híper nº 1. O I tem o habito de nos oferecer os produtos quando falta 1 dia para terminar o prazo acho isso de louvar e um exemplo a seguir...
Não tenho grandes queixas do híper nº1 o I, conheço o pessoal todo, o srº do talho brinca sempre comigo.-Óh menina só 2 codornizes, por isso é que está tão magrinha.
A única reclamação do híper nº 1 é a confusão nas promoções, os artigos estão todos ao molho,
chegamos á caixa ouvimos o preço; -Então não está em promoção?
-Aí deixe ver (sai da caixa, tudo a bufar).
Passados 5 minutos...
-Olhe o que está em promoção é o de 500ml, não o de 300ml.
-Então quero o de 500ml...
-Aí lamento mas já não há, só há o de 300ml, 250ml,..
Agora já aprendi, confiro o código de barras, e "prontos".
O híper nº 2 parece sempre abandonado, raramente está alguém na caixa, o nº 3 idem idem aspas aspas. O híper nº 4 tem corredores tão apertados que uma pessoa arrisca-se a ficar com os pés todos negros nas horas de ponta.
Mas onde de facto me têm acontecido mais "esquesitises" é no híper nº5, para vosso conhecimento os trabalhadores andam quase todos na casa dos 20 anos.
Eu desisti de beber lá café o tempo que demora dá para preparar uma refeição. Eu tenho o habito (e vocês também devem ter) de verificar sempre os talões das compras.
Já vi um pouco de tudo, peras a 15 euros o kilo, artigos que passam por outros que não compramos enfim...
O ultimo acontecimento foi passado á pouco tempo: Um dia de chuva, mamãe deu-lhe a preguicite e não quis ir, lá fui eu sozinha ás compras.
Correu tudo bem, como estava a chuviscar eu depois de pagar puxei o carrinho para junto de umas mobílias e comecei a verificação do talão, até que, espanto dos espantos: Pão de ló premium 500g,
 6, euros, fiquei a olhar, pão de ló mas qual pão de ló, eu "nei" passei perto dos bolos.
Por via das duvidas ainda olhei para o carrinho, não fosse eu confundir um pão de ló com um esfregão da cozinha...
Lá fui eu a empurrar o carrinho até a caixa central...
-Olhe desculpe, apareceu um pão de ló na minha conta que eu não comprei, não toquei, não cheirei e não vi (á mas paguei na mesma), e logo 6 euros...
Ainda bem que não saí do hipermercado, se não era acusada de contrabando de pães de ló...
Bem a menina ficou tão espantada como eu, foi falar com a colega da caixa, que jurou a pé juntos que não tinha comido um pão de ló inteiro em 10 minutos. Sem qualquer explicação para o sucedido a menina fez a devolução do dinheiro, faz de conta que eu me arrependi de comprar o pão de ló que não existia e o entreguei de volta...
Agora já sabem minhas queridas e queridos, verifiquem sempre os vossos talões das compras, dentro das instalações ( se não passam por contrabandistas), não vão estar as peras a 15 euros o kilo, e pagar pão de ló que nunca vão comer; Quem avisa amigo é...
BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI...
    

terça-feira, 20 de março de 2018

A vida lá no céu ( a minha homenagem aos que nunca vao morrer)

-Está lá?... ..., È da maternidade das tempestades?? ..... ....., Á sim, á pois, olhe, é para pedir se podem atrasar o nascimento de outra tempestade que isto está a ficar aborrecido ...... .....Á não me diga, já está outra na incubadora.... ... Então quero reclamar !! ... .... ....... .... .....
Sim senhora, sim senhora, impresso 309A, mais impresso 310B, e no mínimo 500 palavras a explicar porque; Mas isso não é com São Pedro, não posso reclamar diretamente aqui no céu? -...... ..... .... ......
Á pois, á tábem, marcar audiência, mas está esgotada até 2049, chiça que isto parece a função publica lá da terra. -........ ........ ...... ...... Pois tá claro, pois tá certo, as finanças lá de baixo seguiram o exemplo cá de cima do céu, faz sentido os exemplos devem vir de cima. -...... ....... ...... ...... ..... ..... ...
-Mas, ouça, o que é que se pode fazer para não haver outra tempestade. -...... ..... ..... ........ ........ .........
Á não me diga, as marotas, quer dizer que as tempestades andam a exibir-se porque foram batizadas com nomes bonitos. -....... ...... ...... ..... ..... -Pois, calculo, deve ser muito difícil segurar uma tempestade, elas costumam ter mau feitio; ..... ....Pois desarrumam as nuvens todas, olhe a bola do Eusébio já desapareceu umas 300 vezes. -Até foi um tempo bem passado, andamos á procura dela;
-Eu, o António feio, o Zé Manel, o Pedro Rolo Duarte, olhe até a Srª D. Amalia ajudou, afinal tinha sido o mafarrico.- ::::::::::: ::::::::: ::::::::: :::::::::::::: ::::::::: ::::::::: ::::
-Não grite, cruz credo, não é o diabo, é o Srº doutor Salazar, eu nem percebo o que é que esse está aqui a fazer no céu. -....... ....... ...... ..... ..... ..... ..... ..... -Á fartou-se de chorar, mostrou arrependimento, e fez um discurso com 234 itens a DEUS nosso senhor, pois, lá diz o povo, quem não chora não mama, mesmo depois de morto continua a ser politico....
-........ ....... ....... ........ ........ ...... ....... ........ ....... ........... ......... ........ ................. .................... ........ ...
-Já percebi, DEUS é que sabe, olhe se não ajuda, não complique, eu agora vou ter que desligar, combinamos ir lá abaixo assistir á minha homenagem feita pelo meu aluno e amigo Telmo Ramalho.
-Á sim, mas é claro que pode vir connosco, ponha as suas asas e venha...
FAÇAM O FAVOR DE SER FELIZES; BEIJOS LÁ PARA O CÉU....


Eu fui ver a homenagem ão Raul Solnado, do Telmo Ramalho, OBRIGADA, Telmo, por teres sido teimoso e concretizares esta magnifica homenagem muito bem feita por ti. Bem hajas...
Saí da sala com um grande sorriso, e ainda tive direito a um raminho de malmequeres.
Este texto foi inspirado no Raul e no  Telmo é vosso...
BEIJOCAS LAROCAS DA VOSSA SISSI....

P.S OBRIGADA, a todos os que leem o meu blogue, aumentou muito as visualizações, não sei de onde veem mas são muito bem vindos....

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

O dia dos namorados.

Olá pessoal, tudo bem? espero que sim.
Hoje apetece-me escrever sobre o dia dos namorados, que felizmente já passou, sinceramente não me lembro se já escrevi sobre este dia, mas se o fiz certamente vai haver diferenças entre os textos.
Um dos meus lemas de vida é, sim eu tenho vários; e são descartáveis, posso muda-los.
Tudo depende do ponto de vista, vale sempre a pena olhar a mesma questão sobre outro angulo, ou tentar faze-lo.
O dia dos namorados, para quem os tem, o par romântico, é largamente apreciado, planeado e excitante. O casal faz planos, reserva mesa em outubro do ano anterior, assassina 30 toneladas de flores, e faz mexer os negócios.
Lá está o ponto de vista positivo, os casais namoram ganham folgo e romantismo, e lá para novembro há um baby boom.
O mais difícil é as, os, que ano apos ano esperam que seja a vez deles, e os tristes, que terminaram a relação em novembro do ano passado ( para não haver despesas) e ainda estão a carpir a sua dor...
Deve ser um pesadelo, lojas cheias de peluches, canecas, postais, tudo a lembrar a ausência de um par romântico.
Alegrem-se, divirtam-se, pensem no dinheiro que pouparam em tralha, dava para comprar um fato de carnaval quentinho, tipo aquele gadelhudo da guerra das estrelas e andarem nuns bailes de carnaval a apalpar o pessoal todo. ( Aí valha-me DEUS o assedio sexual). Para que conste eu não me mascarei de gadelhuda da guerra das estrelas e não "amandei" apalpões a ninguém, (Eu sou inocente, de algumas coisas). O melhor é "amandar" cofètis e serpentinas assim não serão acusados (as) de nada. Olha, tenham esperança, aproveitem para se dedicarem a vocês mesmos, e ir a um S.p.a, ou assistir a todos os jogos da bola.
Ora aqui está um belo conselho para solteiras (os) ir á bola, os estádios estão apinhados de gente; Excluindo os muito novos, casados, os juntos, noivos, comprometidos os assim assim, deve sobrar meio homem; Um anão ? E porque não?
Também existem as solteiras as divorciadas, as amigas das amigas, as irmas, as filhas, as cunhadas, enfim á muita escolha. Assim em vez de ir ao supermercado no domingo á tarde comprar lasanha congelada, vão aos jogos da bola.
Eu cá digo-vos, de todo o meu coração, que mais vale viver sozinha, sozinho, do que forçar um amor que não existe. As relações com amor já são complicadas de gerir e manter, imaginem sem amor, cada um sabe de si. (E DEUS sabe de todos ). Mas tenho quase a certeza, que é mais difícil viver anos e anos ao lado de alguém que se vai suportando, porque não se quer admitir, o não sermos escolhidos, queridos, para par romântico de alguém.
Acho que a tal da felicidade deve ser também, aceitar as circunstancias da nossa existência e retirar-mos o melhor delas. Afinal tudo depende do ponto de vista!!!
Ena, mas isto ficou "bitinho", profundo, o melhor é ir buscar uma pá e uns lenços de papel...
Sabem o que é o melhor do dia dos namorados? É ser só um dia, imaginem, todo um mês dos namorados... O melhor é não dar ideias...
BEIJÓCAS LAROCAS DA VOSSA SISSI...
    

domingo, 28 de janeiro de 2018

Supernanny.

Olá pessoal está tudo bem? Espero bem que sim. o texto de hoje é dedicado a uma das polémicas do momento.
Ainda estou a tentar entender a indignação e as criticas destrutivas em relação ao programa da SIC, supernanny.
Eu ouvi o debate, eu li as noticias, mas juro que não entendo...
A comissão nacional, promoção dos direitos e proteção de crianças e jovens (ufa) e o instituto de apoio á criança; critica a exposição das crianças no direito á sua imagem e privacidade.
Bem, e os paizinhos que colocam as crianças nas redes sociais, inclusive há blogues que giram em torno da vida das crianças, com patrocínios de marcas...
Pois, lá está, não entendo, será que os exmos doutores e doutoras das instituições não têm acesso ás redes socias??? Não sabem o que se passa !!! Acho difícil, eu sou meia infóexcluida e sei que há predadores sexuais e pedófilos atentos ás fotos das crianças.
A supernanny tinha (e Tem) uma intenção pedagógica, educativa e até social.
E para que serve toda a outra exposição das crianças e da sua privacidade??? Sim para que serve?
Seja para o que for, e quais as intenções dos pais, não serão parecidas com as da SIC, e da supernanny? Ou será só para alimentar a vaidade dos pais?
Parabéns á  família do 2º programa, mãe coragem a lutar pelos seus...
Tenho pena, de mim, e de todos os portugueses que daqui a uns 20, 30 anos vamos ficar expostos á geração EGO (egoísta), eu quero, eu posso, eu mando. A falta de empatia, e de inteligência emocional está a descer a pique, e se não se fizer nada JÁ, AGORA, algumas dessas crianças vão ser indiferentes aos outros, fechadas no mundo faz de conta dos écrans.
Assusta-me, já agora me assusta, a ideia da vida perfeita, do corpo perfeito. A mim não me interessa a perfeição, interessam-me os sorrisos, o bom dia como está? O convívio no café, a vida real, imperfeita, e mesmo assim bela e desafiante...
Não sei se a SIC vai conseguir dar a volta á situação (estou a fazer figas), mas eu esta noite vou sentir falta da supernanny, e já estou a pensar nas crianças que vão ficar sem ajuda, e a restante família; por causa da hipocrisia e cinismo reinante em Portugal, (Aí pode-se fazer, desde que longe dos nossos olhos, lá ao fundo, ao cantinho.)
Se pelo menos a supernanny durasse 5 temporadas, talvez se regenera-se uma geração de miúdos. Enfim, depois não se queixem... Aja esperança...
BEIJÓCAS LAROCAS DA VOSSA SISSI....

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Mais um Natal.

Olá pessoal, tudo bem espero que sim.
Não consegui desejar-vos um bom Natal, mas ainda vou a tempo de vos desejar um excelente ano de 2018. Como sabem estes tempos são passados a correr de um lado para o outro, eu no dia 22, já estava a arrancar cabelos (mas pouquinhos) com o stress.
Falta sempre qualquer coisa eu fui a todos os super mercados da zona...
Passei um Natal quentinho, com saúde e junto da família, foi uma noite de roubalheira no monopólio o único sitio onde é permitido roubar á fartazana sem consequências (isso dava outro texto), mesmo assim estava a ver que a minha sobrinha ( a banqueira ) me punha de castigo antes da meia noite.
Como fui trabalhar no dia 25 escapei á 2017 transmissão da musica no coração; sim disse á 2017 transmissão porque acho que até o próprio menino jesus nas palhinhas, deve ter assistido a 1º transmissão rudimentar da musica no coração...
A verdade é que gosto de rever a Maria todos os anos a correr pelas montanhas, e a cortar os cortinados do patrão, fica o encontro marcado para o ano (será).
De resto recebi belas prendas e ainda tenho um coscorão entalado na garganta.
"Mês" queridos amigos espero que o 2018 vôs dê aquilo que vocês quiserem, e não andem desesperados á procura da dita felicidade, é uma utopia perigosa...
Vivam antes o dia a dia com esperança e alegria, é o que eu vou tentar fazer, eu já não faço planos nem peço desejos, nem passas, seja o que Deus quiser, ou vida ou o Karma ou o destino...
BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI... 

terça-feira, 21 de novembro de 2017

A "lambanza"

Olá pessoal tudo bem espero bem que sim?
Como todos sabemos os homens e as mulheres são animais de hábitos, fazendo eu parte do segundo grupo tenho a minha quota parte de habitos e manias. E acho que quanto mais velha  fico mais manias tenho...
Desde á muitos anos que eu estou de dieta permanente, fazendo a cruz sempre que vejo o refrigerante da moda e fugindo a 7 pés quando vejo um bolo de chocolate, benzendo-me ao ver certas pessoas a enfardar... Mas tento ser equilibrada como a minha tirinha de pantagruel 70/ por cento de cacau, e nas festas como uma mini porção do que mais gosto.
Outro habito que tenho é quando estou um pouco em baixo triste, pensativa, ofereço-me um miminho, um livro, uma mala, uma roupita bonita, maquilhagem etc.
Pois bem no passado sábado eu estava exausta só dormi praí 4 horas, e resolvi oferecer-me o correio da manha com direito á revista das fofocas, eu sei parece-vos uma prenda mixuruca, mas para mim é como sair da dieta literária deixo os livros de parte e "alambamzo-me" com o correio da manha, e não engordo. Que engraçado, á um tempito atrás descobri uma coisa curiosa acerca de mim, eu de tão habituada que estou a folhear o correio da manha no café do costume a beber a bica habitual, , que encontrando-me fora do meu "bairro", noutro café, com outro jornal, não sabia ler o jornal.
É  verdade, analisei o jornal como de fosse algo de estranho sem as cores, o mundo louco, o Quintela, ( meu Deus o que eu gosto do Diogo Quintela, a alma engorda), e o resp