terça-feira, 21 de novembro de 2017

A "lambanza"

Olá pessoal tudo bem espero bem que sim?
Como todos sabemos os homens e as mulheres são animais de hábitos, fazendo eu parte do segundo grupo tenho a minha quota parte de habitos e manias. E acho que quanto mais velha  fico mais manias tenho...
Desde á muitos anos que eu estou de dieta permanente, fazendo a cruz sempre que vejo o refrigerante da moda e fugindo a 7 pés quando vejo um bolo de chocolate, benzendo-me ao ver certas pessoas a enfardar... Mas tento ser equilibrada como a minha tirinha de pantagruel 70/ por cento de cacau, e nas festas como uma mini porção do que mais gosto.
Outro habito que tenho é quando estou um pouco em baixo triste, pensativa, ofereço-me um miminho, um livro, uma mala, uma roupita bonita, maquilhagem etc.
Pois bem no passado sábado eu estava exausta só dormi praí 4 horas, e resolvi oferecer-me o correio da manha com direito á revista das fofocas, eu sei parece-vos uma prenda mixuruca, mas para mim é como sair da dieta literária deixo os livros de parte e "alambamzo-me" com o correio da manha, e não engordo. Que engraçado, á um tempito atrás descobri uma coisa curiosa acerca de mim, eu de tão habituada que estou a folhear o correio da manha no café do costume a beber a bica habitual, , que encontrando-me fora do meu "bairro", noutro café, com outro jornal, não sabia ler o jornal.
É  verdade, analisei o jornal como de fosse algo de estranho sem as cores, o mundo louco, o Quintela, ( meu Deus o que eu gosto do Diogo Quintela, a alma engorda), e o resp

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

A aventura do Gato persa.

Olá pessoal tudo bem? Espero bem que sim. Hoje vou escrever um episodio real da minha vida, eu só acompanhei parte, o resto foi-me contado pelos outros intervenientes. Á partes que eu tirei porque acho que não tinham interesse.

A manhã estava fresca e húmida, uma típica manha de outono os pássaros chilriavam e as flores dormiam á espera do sol.
Tal como combinado a carrinha da medecina do trabalho chegou para as consultas anuais aos trabalhadores. Os trabalhadores aguardavam e observavam os preparativos á espera de serem atendidos.
O dia aqueceu, as flores abriram e as consultas terminaram. Fechou-se a carrinha e iniciou-se a viagem de volta.
Passado algum tempo ele apareceu, vindo do nada, a agitar a sua grande cauda cor de caramelo e a espalhar charme.
Foi o reboliço total, um gato persa na empresa? De onde Veio? Está abandonado? Anda perdido?
Chegou-se a um consenso o animal devia ter vindo alojado na carrinha da medecina do trabalho!
-Aí que bonito! -Será gato, será gata?
Todos olhavam espantados para aquela beleza cor de mel, e olhos curiosos, tiraram fotos, colocaram no facebook, iniciou-se a pesquisa em busca de um dono (a) desesperado (a) á procura de um gato desesperado.

Ás 22h45, tocou o telemóvel; -Estou Sissi, tens comida para gato?
_O que? O que, comida para gato?
O meu colega contou-me a estória do gato, eu que ia entrar ás 00H, lá levei arroz ao gato e uns panos para fazer de cama.
-Lá acomodamos o bichano o melhor possível, como o gato não se explicava, eu e o meu colega tiramos as seguintes conclusões: O gato não tinha muita fome, estava sossegado, a ver pelo narizinho húmido, e pelas patas pouco calosas era um bicho novo...
A noite passou e eu fiz o meu trabalho, e assim que possível agarrei-me ao telefone, com a ajuda de um agente da G.N.R lá consegui uma serie de contactos.
Mas era sábado, ninguém me atendeu, e eu a insistir...
Quando eu estava a entrar em colapso nervoso, devido á noite sem dormir (00H / 12H) e do "problema por resolver". Eu ainda pensei em alojar o bichinho em casa, mas depois de consultar mámãe chegamos á conclusão que não era seguro, um dos meus 4 cães de guarda abriam a boca e comiam o gato...
Mais uns quantos telefonemas sem sucesso, e eis que alguém me atende, a srª explicou-me que era de uma associação mas que nem sequer estava de serviço, nesse momento eu comecei a chorar, o gato precisava de ajuda e estava sozinho, eu não podia desistir dele...
A srª ouviu o meu desespero e disse: -Vou ver o que fazer...
Passado alguns minutos nos quais eu fui visitar novamente o gato, tinha uma chamada não atendida de um nº que não conhecia, sem pensar liguei de volta.
_Estou é a srª que está desesperada por causa de um gato?
_Sim, não sei o que fazer, preciso de ajuda...
Depois de alguma conversa a M, ofereceu-se para ver o bichano e ajudar a procurar o dono, combinamos o encontro e ela aceitou levar o gatinho...
Eu estava exausta, dormi "praí" 5h para enfrentar mais 12h de trabalho, mas a minha consciência estava tranquila eu fiz o que pude e ajudei...
Passada uma semana liguei a M, e perguntei pelo gatinho; Ela disse que de fato era um gato capado e que tinha chip, é de Sintra e a dona trabalha na empresa das carrinhas da medecina do trabalho onde o gato vive, a dona veio logo busca-lo e ficaram os dois felizes.
Este texto serve também para agradecer a todos os que ajudaram, ao meu colega que levou vários tipos de comida ao animal, ao agente da G.N.R, á Srª A, á M, ainda bem que há pessoas assim, e aos outros também que procuraram pesquisar no facebook. OBRIGADA...
BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI...

sábado, 30 de setembro de 2017

Homenagem ao Alentejo.

Quem visitar o Alentejo,
pode-se apaixonar,
pela paisagem deslumbrante,
e pelos alentejanos a cantar.

Fui a Evora sozinha, mas,
sozinha não fiquei,
todos me falavam e sorriam,
e aos poucos me apaixonei.

Em Reguengos fui almoçar,
e na igreja de S. António rezar,
pedi a Deus força e esperança,
e agradeci a bençaõ de ali estar.

De Reguengos continuei,
até Monsaraz chegar,
fiquei esmagada com tanta
beleza, não sabia para onde olhar.

Ái Alentejo, Alentejo,
que me deixas-te assim,
inteira aos olhos dos outros,
mas partida dentro de mim.


Olá, pessoal, tudo bem? Meus queridos e queridas este mes foi uma luta para publicar este meu "texto". Tenho alguem que me admira muito e praticamente "destruiu-me" o computador.
Desejo a essa pessoa o dobro daquilo que ela me deseja, e que a vida seja justa, espero que a tua vida se torne mais interessante e não percas o teu tempo comigo. Aquilo que plantas é aquilo que vais colher. Cumprimentos e saude.

BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI....

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Voztival- Um festival original.

_"Olá pessoal, estou aqui eu, Pepe Inchirido, para fazer a apresentação do voztival 1ª edição ano 0; 2017.
Todos os meus colegas jornalistas estão a trabalhar nos 8.888 festivais que decorrem pelo nosso pais, de modos que sobrei eu"...
_"Estou agora proximo do organizador deste voztival para nos desvendar alguns dos acontecimentos deste festival original.
Pepe Inchirido (P. I.)_"Olá muito bom dia, então o srº é o organizador deste festival o srº Zumba Tripé.
Zumba Tripé (Z.T.) "_Olá sejam muito bem vindos ao primeiro voztival do pais e quiça do mundo inteiro, um festival de gritos; À e pode tratar-me por Z.T."
(P.I.)_"Mas explique aos nossos estimados leitores, porque é que este é um festival diferente dos outros 8.888, e que vale a pena deslocarem-se a esta bonita vila de minhoca murcha."
(Z. T.)_"Este festival é unico e original, porque os artistas são o proprio publico, que se inscreve; depois há várias modalidades, o grito de felicidade, o grito de susto, o grito de desespero, o grito de surpresa, o grito de acordar o bébé...
(P. I:)_"Desculpe interromper, quer disser que não há bandas? Cantores no voztival? E por isso é um conceito novo"?
(Z.T.)_"Bem, a ideia inicial era criar aqui um festival parecido com todos os outros, bandas a tocar, malta a aplaudir e a consumir, mas como o outro organizador fugiu com o dinheiro da quermece, eu tive que improvisar, houve um  peditório arranjou-se o dinheiro, mas faltavam os artistas, já tinham as agendas cheias; veja lá que ate´a Maria Leal, o Zé Cabra, e o Zé do Pipo, estão ocupados no festival pimbalhadas no celeiro. Nós ficamos sem artistas, bandas, então pensamos: Vamos fazer um festival de gritos, original, onde o publico é quem brilha...
É um verdadeiro festival de gritos, o concorrente grita e medem-se os decibeis dos gritos e há premios para os melhores: O 1º prémio é uma semana na Coreia do Norte;O 2º prémio um fim de semana com o Donald Trump; 3º prémio tomar chá com a Maria Tarrachita, sem duvida que vão ficar todos com muuuita vontade de gritar...
(P.I.)_"Os prémios são tão originais como o proprio festival; Convide então os nossos estimados leitores a virem a este voztival"...
(Z.T.)_"Estão todos convidados, há cá lugar para todos até para os vossos animais de estimação, há uma modalidade que consiste em uivar com o seu cão em sintonia"...
(P.I)_"Estimados leitores despeço-me com esperança, até á proxima. talvez quando acabarem os 8.888 festivais de verão e o pais sair de férias"...

BEIJÓCAS LAROCAS DA VOSSA SISSI...



quinta-feira, 20 de julho de 2017

O livro de Margarida Vieitez.

Olá pessoal tudo bem? espero bem que sim, que estejam todos relaxados...
O texto deste mes é para agradecer e recomendar. OBRIGADA, Srª Doutora do amor e tambem escritora, comentadora e grande pessoa mulher estou a mencionar como já perceberam a MARGARIDA VIEITEZ.
Agradecida, pelo espétacular livro verdades, mentiras, e porquês.
Não comprei um, mas dois, um para mim e outro para a minha sobrinha SuSy, para todos consultarem.
Já à algum tempo que eu procurava um livro assim, ás vezes cheguei lá perto, mas não tinha confiança nos" escritores" não os conhecia. Eu tambem não conheço pessoalmente a doutora Margarida, mas à "c´anos" que a ouço e leio avidamente e atentamente os seus conselhos e a sua sabedoria...
Para quem ainda não conhece o livro, digo-vos vale a pena gastarem o vosso dinheiro, passem um mes sem arranjar as unhas, faz bem a unhaca, precisa de respirar e o verniz e e.t.c constantemente fragiliza as unhas, não joguem no euromilhões, há supermercados onde se pode acumular dinheiro no cartão e comprar o livro sem tocar numa moeda; comprem se estiverem com vontade de aprender de evoluir enquanto pessoas, e a serem mais felizes sem complicar, e sem viver no planeta dos ses ( e se, e se, e se)
Para vos aguçar o apetite aqui deixo algumas das 500 (500 !!) questões que a Drª Margarida responde: 68. Porque não gosto da minha imagem?  20. Porque aceito o que não quero? 276. Porque não me sinto compreendido e aceite?
Isto é uma pequena amostra, das muitas (500!!) perguntas inquetantes que são praticamente transversais a todas as pessoas...
Eu tenciono ler o livro 3 vezes de seguida para interiorizar, leio uma questão penso sobre ela se me afeta, se me passa ao lado, e depois é que sigo para outra.
A minha sobrinha Susy já me ultrapassou em muitas paginas, está de férias e esta a adorar, é o primeiro "livro adulto" que ela esta a ler (É uma caixa de ferramentas a utilizar na vida).
A pergunta favorita dela é a 386. Porque tenho a sensação que a minha família é toda "louca"? (Acho que afinal a Drª Margarida nos conhece pessoalmente uhm, uhm.)...

BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI....

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Juntos por todos ? ( A sério).

Olá pessoal tudo bem, já cheira a férias apesar das teimosias do tempo que se enganou a sintonizar as estações.
Foi com orgulho que assisti ao concerto solidario no passado dia 27, e tambem dei a minha pequena contribuição. Mas a minha mente inquieta levantou algumas questões , será que o dinheiro vai de facto ser canalizado para quem precisa?? Será que alguem vai desviar algum pelo caminho e uma casa vai deixar de ser feita, eu tenho esperança e fé que os jornalistas vao ficar em cima e daqui a uns largos meses, vamos ter noticias de Pedrogão grande e dos outros locais...
Eu sei, nós sabemos que o nosso pais é pequenino tem poucas noticias, mas há necessidade de estar a esmiuçar tanto?
É que pelo menos eu tenho que continuar a empurrar a minha vida para a frente e todos esses acontecimentos deixam-me de rastos e tenho poucas alternativas é televisoes, radios, jornais...
Sim é maravilhosa toda esta união para ajudar, mas eu estava a ver o concerto e pensava: Será que quando estas 14 mil pessoas acordarem na quarta feira, vão ser simpaticas para as srª da limpeza, para o homem da gasolineira? Será que vão parar na passadeira para a velhinha passar com os sacos das compras? Será que vão sorrir para o srº da revista cais, comprar uma e "dar dois dedos de conversa". Ou a solidariedade é só para as grandes desgraças (ainda bem que existe) e o resto dos dias? Fica guardada nalguma gaveta?
À quem faça distinção entre solidariedade e caridadezinha, nunca percebi, haverá grande diferença??
Porque se todos participarem uns com 74 centimos outros com 200 mil euros o que conta é a vontade de ajudar, e os meios de cada um...
Muitos dos artistas e conhecidos tambem frizaram a importancia de uma solidariedade 365 dias por ano, grão a grão, moeda a moeda fazemos a diferença...
E lembrem-se até um sorriso e um bom dia fáz diferença na vida de um velhote (a) solitario (a) que passa os dias sem falar com ninguem; e é tão simples, tão simples...
Beijocas para os meus fãs obrigada pela força pelo apoio, D. Rosy, D. Maryto, Cafrre, e a todos que desconheço o nome...
BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI...

terça-feira, 30 de maio de 2017

Portugalidades.

Olá, pessoal está tudo bem, eu estou bem, imaginem voces que o meu computador foi pirateado, não foi o ataque da moda foi outro. Dá para acreditar, alguem gastou o seu precioso tempo com o meu computador e com as minhas coisas, uau, só não me sinto mais importante porque tambem tive que perder o meu tempo, e descuidar do meu blogue enfim, pelo menos sei que alguem inteligente e capaz perde o seu tempo comigo...
O facto é que o mes passado a minha vida foi apanhada por um mini tornado, e quando eu pensava que estava tudo a passar, pimbas eis que a minha tia guerreira morreu.
Pessoal  doeu, mas ela tinha 80 anos, e vários problemas de saude que lhe estavam a limitar a vida...
Foi um momento duro para o meu papai, seu irmão para os seus filhos, netos e para todos nós é claro.
Ela teve o privilégio de ver a familia a crescer e ate teve "direito" a um trisneto. Era uma SRª  simples mas muito forte e com a sabedoria da terra das colheitas, das luas, das plantas. A sua voz era o mais caracteristico dava para ouvir no bairro inteiro e a falar baixo!!
Lá fomos nós todos de escuro avisados por mámãe que aquela era uma terra pequena de habitos antigos e rigidos...
Mas agora vos conto das originalidades da capela onde o corpo de minha tia foi velado: Nas traseiras um campo da bola, á frente uma igreija moderna com jardinzinho bem cuidado.
Então a certa altura começaram os miudos a jogar á bola os gritos de falta de golo as palmas dos que viam... Depois pessoas em trajo de festa a carregar um bébé vestidinho de branco, que eu julguei ser um batizado  e para finalizar um noivo com os acompanhantes.
Eu escancarei a boca várias vezes, quando pessoas tristes e chorosas, cumprimentaram pessoas que estavam a batizar o neto, a casar os filhos, terra pequena todos se conhecem.
Mamãe ficou admirada com a evolução daquela gente, que foram aparecendo de todas as cores, e a certa altura até se juntou o grupo das cuscuvelheiras lá ao fundo a bichanar...
Mas foi tudo muito digno, quando o padre apareceu a minha mente viajou logo, pensei: ser padre é lixado o homem pela fresca celebra a vida, com um batizado, a seguir celebra o amor com um casamento, e depois á tarde"celebra" a morte. A história das "nossas vidas" em resumo. E assim mámãe me apanhou de boca escancarada a olhar para o padre...
Seguimos depois em silencio para o cemiterio, onde todo o cortejo funebre teve que atravessar uma estrada com trafego de pesados a alta velocidade, aí digo-vos tive medo pelos vivos...
Deu-me muito que pensar todos estes acontecimentos, estas Portugalidades, do nosso pais tão pequenino em territorio mas com  tentáculos gigantes a abraçar o nosso planeta.
Até já querida tia, um até já bastante longo (espero eu) mas não deixa de ser um até já...

BEIJÓCAS LARÓCAS DA VOSSA SISSI...